COMO SE FAZ SE RECEBE

Chamava-se Fleming, e era um pobre camponês que vivia na Escócia.

Um dia, quando andava nos campos, ouviu um grito de socorro vindo de um pântano próximo. Largou tudo e correu para o pântano. Foi então que viu, enterrado até ao peito um rapazinho aterrorizado, lutando em vão para se libertar da negra lama que o engolia.

Fleming lançou uma corda que trazia ao rapaz, e salvou-o assim do que seria uma morte horrorosa.

No dia seguinte uma carruagem ricamente aparelhada parou à porta da choupana do camponês, e de lá saiu um nobre ricamente vestido, que se apresentou como o pai do rapaz que Fleming tinha salvo.

___ Quero pagar-lhe, você salvou a vida do meu filho.
___ Não posso aceitar___ foi a simples resposta do agricultor.
Nesse momento um rapaz desempenado apareceu à porta do casebre.

___ É o seu filho? ___ perguntou o nobre.

___ É, sim, respondeu o fazendeiro orgulhoso.
___ Deixe-me então fazer-lhe uma oferta. Já que não quer aceitar nada deixe-me que pague os estudos ao seu filho, tal como vou pagar ao meu. E se o rapaz for como o pai não tenho dúvidas de que vai dar um homem do qual nós dois nos havemos de orgulhar.

E assim foi feito: o filho do pobre camponês foi educado nas melhores escolas, acabando por se formar em Medicina.
O nome deste rapaz? Sir Alexander Fleming, o descobridor da Penicilina...

Anos mais tarde, o nobre, o pai do rapaz que tinha sido salvo do pântano caiu doente com pneumonia. Era uma doença muito grave nesses tempos. Mas a recém descoberta Penicilina salvou-o. O nome deste nobre? Lord Randolph Churchill. O nome do seu filho? Sir Wiston Churchill, que dirigiu a Inglaterra nos dificílimos tempos da Segunda Guerra Mundial. Alguém disse: o que se faz, volta...

 

Trabalha como se não precisasses de dinheiro;
Ama como se o amor não te pudesse magoar;
Dança como se ninguém estivesse a ver;
Canta como se ninguém estivesse a ouvir;
Vive como se o Céu já tivesse descido à Terra.
Que tenhas sempre trabalho para fazer;
Que a tua bolsa tenha sempre uns trocos;
Que o Sol sempre brilhe na tua janela;
Que após cada chuvada venha sempre o arco-íris;
Que tenhas sempre junto a ti a mão de um amigo;
Que Deus encha o teu coração de alegria!!!